Archive for janeiro, 2009

Resumo de 2008

Fala gente, como têm passado esse inicio de ano?
Primeiro post oficial de 2009.

Quando termina um ano e a gente inicia um novo ciclo, é normal dar aquela parada para refletir sobre todo o ano que já se foi. O que aconteceu de bom, de ruim, o que deveria ter acontecido e não aconteceu. Enfim, tentar entender tudo para sempre melhorar a cada ano.

Pensando bem sobre 2008, acho que não posso reclamar, não. Muitas coisas boas aconteceram, e terminou com o mais importante pra mim: Todos que eu amo estão vivos, e com saúde. Isso é sem dúvida o mais importante, a cada ano, a cada dia.
Claro que coisas ruins acontecem. Sempre acontecem. Mas de certa forma também é bom, para poder crescer como pessoa.

Fui tão feliz esse ano por tantos motivos.. Ganhei minha filhota canina, Mussarela, que apesar de todo stresse que me causa, é um dos grandes motivos pra eu sorrir. Nada como chegar em casa e receber aquele carinho todo especial, com as ‘orelhinhas’ baixas, o rabão abanando. Meu Anjo..

Fui muito feliz também por poder mais um ano estar com alguns ídolos da minha vida. Esse é o tipo de coisa que sempre me aflige, por não saber se a última vez será sempre a última vez, e estou a cada ano tendo a grata surpresa de poder me realizar nisso.

Em 2008 tive a honra de estar com a cantora Roberta Sá, pela primeira vez, em Campinas, numa super apresentação com banda completa. Que pessoa encantadora. Sabe aquela pessoa que é exatamente do jeito que você imagina? Pois bem, essa é a Roberta. Tão atenciosa, tão carinhosa, tão cheia de sorrisos e luz. Junto dela, tive a honra de também conhecer a sua violonista, a Antonia Adnet que é uma musicista que admiro muito. Também muito simpática e encantadora.
Conheci o trabalho da Roberta no final de 2007 e foi amor a primeira vista. A voz, a presença, o talento.. ela é incrível. Só vendo e ouvindo pra ter tal noção da preciosidade que é. Foi uma honra mesmo, e uma surpresa agradabilissima poder conhece-la pessoalmente em tão pouco tempo de tietagem hehe. Que se repita por varias vezes..

Estive também pela terceira vez com meus queridos Cídia e Dan. A sensação de vê-los de tão perto é magica. É sempre o mesmo frio na barriga que senti na primeira vez que estive com eles. Deus foi muito bondoso comigo, pois em três anos estive com eles por três vezes.
Eu gosto de muitos artistas, muitos cantores, mas amor de fã é coisa especial pra mim, e seria tolice da minha parte tentar explicar aqui o quanto amo esses dois. A forma com que sempre me trataram é especial demais, é inexplicável. O abraço da Cídia é aquele abraço que faz toda e qualquer dificuldade em ser fã valer a pena. É recompensador, é amoroso, tem sabor de reconhecimento, de retribuição. Dan com toda sua postura de homem inglês é fantástico na forma com que encanta. Ele é um típico Lord, e tenho muito orgulho em ser fã, mesmo.
No final do ano eles anunciaram o fim da dupla e do namoro, que ja durava mais de 4 anos. É bem impactante saber de uma notícia dessa, ainda mais por eles representarem a imagem perfeita de um relacionamento. Fomos pegos de surpresa, e a ficha ainda ta dando trabalho pra cair, mas se tem uma coisa que aprendi nesse longo ano, foi que coisas desse tipo acontecem, e sempre irão acontecer, por mais mágico que tudo pareça. Só desejo sorte a eles, e que sejam felizes na área que seguirem. Dan continuando a cantar, a compor lindamente, com uma carreira toda pela frente, da qual estarei sempre na primeira fila aplaudindo seu sucesso; e Cídia nos estudos, realizando o sonho de se tornar uma grande veterinária. Temos o livre arbitrio de seguir nosso coração, nosso feeling, e espero que sejam realmente felizes em suas decisões. Sei que o que tiver que ser vai ser, está tudo escrito pelas mãos do Pai lá em cima..
 
Terceiro encontro do ano foi com a minha ídola-Mor, a Lu. Acho que ninguém jamais irá entender o quanto estar com ela é importante pra mim. Passei praticamente a minha adolescência acompanhando o trabalho dela, e sempre achando que jamais na vida iria conseguir estar com ela. Que saboroso engano o meu. Pela segunda vez tive o prazer de ouvi-la cantar de tão perto. Que luz ela transmite, que talento ela tem. A voz da Lu é a mais linda que ja ouvi, com uma doçura que dá pra sentir na alma. Aquele arrepio imediato.. uma felicidade sem igual.
Acho que Luciana Andrade foi o ponta pé inicial na minha vida musical. Tanto na vontade insuportável de fazer música, quanto na parte em ser fã mesmo. Jamais nenhum artista mexeu comigo como ela sempre mexeu. Desde 2002 venho acompanhando os passos da Lu, e digo sem medo que todos os 5 anos de espera até poder estar enfim com ela pela primeira vez, em 2007, valeram a pena. Recompensou toda a aflição em achar que pra sempre amaria de longe.

Enfim, todos esses encontros só foram possíveis graças a meu incrível pai, que sempre esteve comigo. Me levou pra tudo quanto é cidade pra estar com meus ídolos. Nunca mediu esforços pra me ver realizada e isso sem dúvida fez toda a diferença pra mim. Nada teria sido tão importante e tão marcante se ele não estivesse comigo. Cada viagem, cada parada, cada refeição, cada brincadeira, cada bronca por ficar com vergonha de ir falar com meus ídolos, tudo, tudo mesmo teve um encanto a mais graças a ele. O melhor pai do mundo? Sem dúvidas é o meu.. =)

Parando de falar em ídolos, senão só falo nisso hehe, o ano foi bom no geralzão das coisas. Com todos os que amo por perto, com vários encontros entre amigos, novos amigos, muitos textos, muitas letras, financeiramente estável..

2008 foi o ano decisivo para saber classificar os verdadeiros amigos. Foi bom levar uma sacudida da vida pra ver por quem realmente vale a pena se juntar. Dizem que uma laranja podre apodrece milhares de laranjas boas, e fico feliz em ter tido a chance de separar todas as laranjas podres da minha vida.
É duro se decepcionar com quem sempre achamos conhecer. É doloroso demais ver que nos enganamos por tanto tempo e ter a noção de que tudo foi uma grande mentira. Talvez ano passado tenha sido o ano mais doloroso da minha vida. Em meio tantas coisas boas, uma em especial fez com que meu mundo por algum tempo desmoronasse. Jamais achei que poderia me sentir daquele jeito, jamais achei que poderia me enganar tanto. Foi uma rasteira que me derrubou feio, foi dificil demais levantar. Ainda hoje quando penso nisso me da uma dor profunda, forte, quase surreal. É muito estranho você conviver com alguém por tantos anos, e hoje olhar pra essa pessoa e não a reconhecer mais. O que pode ter acontecido? Alguém muda tanto a ponto de ser outra pessoa? Será que isso é realmente possível? Ou será que simplesmente as pessoas se mostram como são? Ainda não sei se tenho essa resposta.
É engraçado, pois acabo de relatar quão bom meu ano foi, mas se paro por um segundo para refletir sobre 2008 a primeira coisa que me vem a mente é esse fato triste. Em meio tantas coisas felizes por que a pior sempre se destaca? É uma sensação péssima isso, perceber que isso transformou uma parte da minha vida em sofrimento. Não desejo esse tipo de dor nem pra pessoa mais detestável do mundo. Graças a Deus estou parcialmente recuperada, e acho que a pior parte já se foi. Só de pensar dá calafrios.
Enfim, o que importa é ser feliz, e acho que esse fato em especial me fez crescer como pessoa, como mulher, como ser humano. Acho que nunca na vida me senti tão madura, tão centrada em mim, tão dona de mim. Hoje, quem manda na minha vida e nas minhas decisões sou eu! Quem vai conduzir o rumo que devo tomar sou eu, e devo isso a esse acontecimento. Jamais agradecerei por isso ter acontecido, por mais aprendizado que tenha me causado, pois foi depressivo demais, mas sem dúvida sou uma pessoa melhor hoje. Bem melhor, em tudo..

Bom, acredito que meu ano tenha sido basicamente isso. Muitas razões pra ser feliz, coisas tristes que causaram cicatrizes que jamais sumirão e muita esperança em ser verdadeiramente feliz. Deve ser pra isso que vivemos, né? Para acharmos o tão sonhado caminho da felicidade.. Mas será que esse caminho realmente existe? Se existir, espero sempre estar caminhando pelo rumo correto, e ter equilibrio suficiente para balancear as pedras que pesarem pro lado negativo. Afinal, ninguém no mundo vai conseguir ser sempre cem por cento feliz, né?

Uma coisa ficou bem clara, né? Entra ano, sai ano, uma coisa nunca muda: Meus textos excessivamente grandes hehehee. Que bom, né? Se um dia perder a vontade, a tara por escrever, não sei se ainda serei a mesma pessoa. AMO ISSO..

Só pra registrar, os primeiros dias do ano começam da mesma maneira de todos os outros. Meio chatos, preguiçosos, mas com a esperança de um ano maravilhoso. Dando continuidade ao final do ano passado, esse ano começou com várias baladas, uma curtição que aprendi a gostar muito. Como é bom conhecer gente nova, estar em meio a desconhecidos, poder soltar as frangas, ser voce mesmo sem se preocupar com recusas. Nada como aprender a curtir a vida de várias maneiras diferentes. Por que raios ninguém nunca me disse que balada era algo tão bom? hehehe. Vicia, né? Acho que agora preciso arrumar um emprego pra manter esse vicio, NÉ MOSQUITO? hehehheeh

Enfim, baladas a parte hehe, as expectativas pra 2009 são as melhores possíveis:
* Ainda não perdi as esperanças de ingressar na faculdade ainda esse semestre (a minha esperança é realmente a última que morre e quando morre ressuscita hehehe)
* No mês que vem começarei todo o longo processo com meu mais novo amigo, o ROACUTAN. Quero ver se essas acnes lazaronhas não somem de mim agora. ^^
* Não é meta, pois nunca as cumpro, mas pra esse ano também me proponho a ficar em forma, e não é em forma de barril, pois essa forma ja me pertence, mas modestia a parte, esse ano ficarei gostosona – Mais bunda, Mais coxa, mais perna, menos gordura, BEM MENOS GORDURA!! hehehe – não me prometo, mas me proponho!!
* Também estou me propondo a pensar no fato de arrumar um emprego!.. Mas isso a gente ve com o tempo ehehe..
* Um novo amor? humm, quem sabe, né? – sem planos pra isso, mas me proponho a ser feliz nessa área, da maneira que for.

É isso, né? Escrevi demais pra variar um pouco, e sei que algumas pessoas nem começarão a ler o post por isso hehehe. Mas sei que tem quem irá ler.. De qualquer modo, fica registrado o primeiro post oficial de 2009.

UM ÓTIMO ANO PRA TODOS. Que seja um ano de sorrisos e Luz.

Não esqueçam que ninguém tá sozinho nesse mundo, e que olhar pro próprio umbigo é a forma de mostrar a todos o quanto você é egoísta. Vamos fazer o bem ao próximo, pensar no próximo e não magoar ninguém!! Ou pelo menos tentar de boa fé…

Beijos pra quem passar por aqui, e obrigada por um ano cheio de visitas e razões pra eu continuar escrevendo.
=D

Anúncios

Comments (3) »

Feliz 2009!!

Povo,
Primeiro post de 2009! Mas hoje não vou escrever muito, não, pois to sem vontade hueheuhe.. Tô passando só pra desejar aos que visitam meu blog, um Ano novo cheio de realizações, muito amor, muita esperança, muitos motivos pra sorrir.. Que seja O ANO pra todos nós…

Como disse, hoje não vou escrever. Mudei o template do Blog, pra começar o ano diferente, e pra juntar a essa idéia, vou deixar um texto muito bom, que fala justamente sobre isso: MUDANÇA!

Então, vamos ser diferentes em 2009, vamos ser melhores, vamos inovar, crescer, evoluir, fazer o bem aos outros. Vamos fazer de 2009 uma mudança na nossa vida, esquecer o que não fez bem em 2008, cultivar o que foi bom. Vamos ser felizes!!… FELIZ ANO NOVO!

MUDE
( Edson Marques)

Mude.
Mas comece devagar,
porque a direção é mais importante que a velocidade.
Sente-se em outra cadeira, no outro lado da mesa.
Mais tarde, mude de mesa.
Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua.
Depois, mude de caminho, ande por outras ruas, calmamente,
observando com atenção os lugares por onde você passa.
Tome outros ônibus.
Mude por uns tempos o estilo das roupas.
Dê os teus sapatos velhos. Procure andar descalço alguns dias.
Tire uma tarde inteira pra passear livremente na praia, ou no parque,
e ouvir o canto dos passarinhos.
Veja o mundo de outras perspectivas.
Abra e feche as gavetas e portas com a mão esquerda.
Durma do outro lado da cama…
depois, procure dormir em outras camas.
Assista a outros programas de TV, compre outros jornais… leia outros livros.
Viva outros romances.
Não faça do hábito um estilo de vida.
Ame a novidade.
Durma mais tarde. Durma mais cedo.
Aprenda uma palavra nova por dia numa outra língua.
Corrija a postura.
Coma um pouco menos, escolha comidas diferentes,
novos temperos, novas cores, novas delícias.
Tente o novo todo dia,
o novo lado, o novo método, o novo sabor, o novo jeito, o novo prazer, o novo amor, a nova vida.
Tente.
Busque novos amigos.
Tente novos amores.
Faça novas relações.
Almoce em outros locais, vá a outros restaurantes,
tome outro tipo de bebida, compre pão em outra padaria.
Almoce mais cedo, jante mais tarde ou vice-versa.
Escolha outro mercado… outra marca de sabonete, outro creme dental…
tome banho em novos horários.
Use canetas de outras cores
Vá passear em outros lugares.
Ame muito, cada vez mais, de modos diferentes.
Troque de bolsa, de carteira, de malas,
troque de carro, compre novos óculos, escrevas outras poesias.
Jogue fora os velhos relógios,
quebre delicadamente esses horrorosos despertadores.
Abra conta em outro banco.
Vá a outros cinemas, outros cabeleireiros, outros teatros, visite novos museus.
Mude.
Lembre-se que a vida é uma só.
E pense seriamente em arrumar um novo emprego,
uma nova ocupação, um trabalho mais light, mais prazeroso,
mais digno, mais humano.
Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as.
Seja criativo.
E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa, longa,
se possível sem destino.
Experimente coisas novas.
Troque novamente.
Mude, de novo.
Experimente outra vez.
Você certamente conhecerá coisas melhores
e coisas piores do que as já conhecidas.
Mas não é isso o que importa.
O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia.
Só o que está morto não muda

Valeu Davis, pelo texto!!

*-*-*-*-*-*-*
Beijoss pra quem passar por aqui.
Obrigada a todos que fizeram do meu 2008 um ano importante. Deixo pra trás o que não foi bom, com a certeza de que coisas muito melhores virão.

Muita Luz!
=D

Comments (2) »